Ou como eu sou do contra



E não é uma tentativa frustrada de sátira qualquer que me cala. Até porque não me aborrece nada o facto de poder ser repetitiva. A única coisa que me aborrece é não poder escrever o que bem me apetece. Portanto, vamos lá: está sol. Está sol. Está sol. Está sol. Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol.Está sol. Está sol. Está sol. Está sol. Está sol.

8 comentários:

Manuela disse...

E que bem se está, ao sol :)

Miss Daisy disse...

Manuela, sem dúvida. Pode ser impressão minha, mas o sol traz com ele dias melhores e mais felizes :)

Marta disse...

Muito bom! Miss daisy, teve agora imensa graça! Tiro-lhe o chapéu por lidar assim bem com essas coisas

Margarida disse...

Deita cá para fora! :)

mari disse...

e que booooom que sabe este sol***

Guinhas disse...

Como entendo!!!também postei sobre isso..o sol tem um supra efeito no meu humor!

tânia. disse...

que fofinha, xD *

м♥ disse...

vou levar a imagem de cima :)