Sobre um comentário acerca das touradas



Num comentário que recebi ao meu texto onde expressei o meu profundo desagrado em relação às touradas, lia-se: "Vocês como anti-touradas são pessoas que não compreendem os gostos dos outros... Desde já vos pergunto, o animal é vosso? Voces pagam para ir ver uma tourada? [...]"
E eu respondo, com a maior brevidade possível: Não, o animal não é nosso (se fosse nosso, certamente não o deixaríamos num show de humilhação e morte lenta) mas anyway, as crianças abusadas e maltratadas que se vêem por aí também não são nossos filhos e não é por isso que as associações de apoio à criança não se mexem ou que nós, pessoas comuns, não fazemos queixa. No caso de animais domésticos maltratatados, não é por não pertecerem a quem trabalha nas associações que os ajudam, que essas pessoas não se mexem. Se formos na nossa vidinha na rua e virmos um homem a agredir a mulher, a mulher não é nossa mãe, nem irmã, nem tia nem prima afastada, mas reportamos o caso ou ajudamos. Se virmos uma pessoa adepta de touradas a ser assaltada e ferida, não é por não ser nossa familiar que não nos preocupamos ou ajudamos. Contudo, pelo raciocínio que estou a antever no comentário, se fossemos adeptos de touradas e víssemos a pessoa a ser ferida, o nosso papel era aplaudir, porque podemos gostar daquilo ou, na loucura, continuar o nosso caminho e ainda juntarmos ao percurso uma alegre canção. Portanto, é assim: o argumento de que o animal não é nosso não faz pura e simplesmente sentido. Se toda a Humanidade olhasse para o seu próprio umbigo e assobiasse para o lado, estava bonita, estava. 

Ai mas e os cavalos (outro argumento que vejo por aí de adeptos), que o que fazem é tão bonito e tudo e tudo e tudo? Muito bem, compreendo. Mas vão assistir então a concursos de Dressage ou Show Jumping.

Os adeptos de touradas ainda não perceberam um detalhe (é pequenino, por isso passa-lhes ao lado, coisa pouca): pessoas, acordem, admitam que se ferem os animais porque, caso não os ferissem e deixassem exaustos, não tinham balls (testículos, portanto) para os tourear.

21 comentários:

Ana disse...

Perfeito, Miss Daisy!
Está tudo dito e se me permites, cito Milan Kundera (que adoro): "A verdadeira bondade do homem só pode se manifestar com toda a pureza, com toda a liberdade, em relação àqueles que não representam nenhuma força. O verdadeiro teste moral da humanidade (o mais radical, num nível tão profundo que escapa ao nosso olhar) são as relações com aqueles que estão à nossa mercê: os animais. é aí que se produz o maior desvio do homem, derrota fundamental da qual decorrem todas as outras."
Beijinho e bom sábado.
Ana.

cereja disse...

Eu juro que dou a minha eterna ignorância às pessoas que defendem as touradas. Juro.

mari disse...

gostei particularmente da imagem escolhida ... :)
(era agarrar nesses 'pretensos' defensores das touradas e largá-los na arena)

Miss B-Beautiful disse...

Bem escrito. Há tradições em Portugal que simplesmente não deveriam existir.

women disse...

ADOREI. Por mais argumentos que possam dar nenhum justifica mal tartar animais e humilha-los. Já fui a uma tourada e foi a pior coisa que pude assistir, sai a meio com uma revolta enorme. Nunca mais fui, nunca mais assisti a nenhuma e n sei como podem aplaudir o sofrimento de um ser vivo.
Esse argumento do animal n é nosso, nem sei o que lhe diga... Mas enfim é no mundo em que vivemos. Eu vou continuar com a minha opinião e lutar todos os dias para que este mundo seja melhor para todos os seres vivos.

True smile disse...

aí sim, eu não perderia uma tourada! ver uma pega em que o touro não tivesse um único arranhão, as odds seriam muito mais interessantes.
e por baixo assino tanto este como o texto que lhe deu origem.

Johnny disse...

Não me levas a mal pela pergunta, mas gostaria de saber se és vegetariana.

*Vivi* disse...

Concordo :)

ST disse...

Os nossos argumentos é que não fazem sentido? Por amor de deus, nós não necessitamos de argumentar o que quer que seja, é a nossa Paixão! Nós como aficionados que somos não tentamos que se juntem a nós mais adeptos desta arte (certamente que nunca viu um aficionado a dizer -venha comigo a uma tourada, vai passar a gostar!), se não gosta, não gosta e ponto final.
Eu não quero que ninguém passe a gostar das touradas ou que deixe de parte o típico e usado argumento de que os animais têm direitos, claro que têm, eu admito que têm, mas estes animais têm como propósito de vida este! E já agora, será que sabe porque é que as bandarilhas são colocadas unicamente numa zona específica? Porque é uma zona de camada adiposa, ou seja, não causará tanto sofrimento ao touro. E ainda outra, as farpas sofreram muitas alterações ao longo dos tempos, o que quer dizer que já não provocam tanta dor ao touro.
E digo-lhe que se um dia houver alguém que tenha a ideia de acabar com tudo isto, eu estarei lá para lutar, eu e muitas mais pessoas a lutar em nome da festa brava, sem invocar argumentos como: os animais têm direitos (mas depois acabam por deixa-los abandonados, visto que não têm ninguém que fique com eles durante as ferias do verão); as touradas não são uma arte (visto que são arte, a arte da aficion); o animal sofre muito; etc etc. Certamente que não irei fazer figuras ridículas toda nua cheia de um qualquer líquido vermelho (a imitar sangue) e com uma espécie de farpas espetadas nas costas… Isso é ridículo!!

ST disse...

Relativamente ao comentario da women, "Já fui a uma tourada e foi a pior coisa que pude assistir(...)"... Certamente que nunca caminhou na baixa durante a noite... A miseria em que muitas pessoas vivem é sim muito pior que as touradas! As crianças maltratadas pelos pais é muito pior! E poderia continuar a dizer mais algumas situaçoes, mas nao... É a sua opiniao e eu respeito.

ST disse...

E já agora a cereja diz :"Eu juro que dou a minha eterna ignorância às pessoas que defendem as touradas. Juro."... Mas o que é isto? Sou ignorante por gostar de touradas? Nunca insultei que nao gosta, porque chamarem-me de ignorante? Ignorancia é nao compreender e aceitar os outros, mesmo que as suas opinioes sejam diferentes das nossas.

women disse...

ST penso que o post não é sobre pessoas mas sim sobre animais, quando for sobre pessoas e a miseria das mesmas aí eu darei a minha opinião. Isto é o meu ponto de vista, a miseria de muitas pessoas só é criada por elas mesmas (não estou a generalizar, sei também que á muitas pessoas que vivem em miseria por outros motivos que não seja a preguiça e outros ). Em relação ás crianças mal tratadas, digo o que disse a cima, quando um post fore sobre esse assunto darei a minha opinião. Poderia continuar a falar sobre miseria dos outros e dos que estão em miseria porque querem ou porque simplesmente não fazem nada para melhorar, mas o post não é sobre isso, por isso vou ficar por aqui. E digo mais uma vez, são opiniões.

Sara.gaspar@spoondesign.com.pt disse...

ST, sinceramente, o seu discurso revolta-me.
Os vossos argumentos não fazem de facto sentido.

ora vejamos: as touradas são a vossa paixão? Então a única coisa que consigo tirar daqui é que os adeptos das touradas são simplesmente insensíveis. Não consigo conceber o sofrimento de um animal para gáudio dos espectadores, não me entra simplesmente na cabeça.

Para mim, alguém que abandona um animal, por que vai de férias, ou por outro motivo qualquer, está exactamente ao mesmo nivel: não tem sentimentos nem emoções.

De facto, a miséria em que muitas pessoas vivem é uma tristeza, as crianças maltratadas também. Ah, espera, e por causa disso as touradas passam a fazer sentido? Tem lógica, de facto.

Sara

Kittie disse...

Gente triste e parva! É por essas e por outras que não me dói minimamente o coração quando vejo um toureiro com um cornito a perfurar epidermes de toureiros. Juro que não me chateia minimamente (e eu que até sou sensível). Quanto a essa "coisa" que respondeu que 'nao respeitam o gosto dos outros'... gosto?! mas que direito é este o de gostar de "actividades" que implicam sofrimento e brutalidade?! Também há aquele argumento em que "os touros morrem com dignidade"...exacto.. decerto que eles se sentem muito mais orgulhosos depois de sangrar durante horas com laminas espetadas no lombo...
Hoje em dia temos mesmo que gostar de animais.. lidamos com tantos por aí!

Paulinha disse...

"mas estes animais têm como propósito de vida este!" E quem é que tem o direito de escolher para estes animais esse propósito de vida? Só porque alguém decidiu que eles vão sofrer, então já é correcto. Ok, gosto desses argumentos (not....).

Taís e Paula disse...

Acho lamentável alguém apreciar o sofrimento de um animal e chamar de esporte.
Ótimo texto.
Beijos da Taís

Maria disse...

Chap, Chap, Chap, muito bem ! Mis Daisy .

Y. disse...

Um dia vi um slogan que definia a tourada numa frase perfeita "Primeiro convidam-no para a festa, depois dão-lhe uma facada nas costas..."

rosa do deserto disse...

Concordo com tudo o que disseste. É um assunto que me revolta e que nunca irei compreender.

Para além do que disseste, sobre eles só enfrentarem o bicho quando está completamente ferido e exausto, ainda lhes cortam a ponta dos cornos, para que não magoe os homens valentes.

Entretanto já ouvi um outro argumento a favor das touradas, que é "o touro não serve para mais nada. Se não fossem as touradas entrava em extinção". Por favor! Poupem-me! Sou a favor da defesa dos animais, da preservação das espécies, etc etc. Mas, sinceramente, se é para isto que o bicho cá está prefiro que entre em extinção mesmo.

Depois, quando vêm com o argumento que é a tradição só digo uma coisas. Há poucos milénios era tradição colocar os cristãos na arena. Porque se acabou com essa tradição?

Por mim até podiam pôr certas pessoas na arena, há muitas que é só isso que merecem...

Framboise disse...

Concordo com tudo o que disseste. Nenhum ser vivo merece viver apenas para entreter os gostos sádicos das pessoas. Também era comum em Roma meterem humanos e leões na arena e toda a gente gostava, hoje há os Direitos Humanos.
Em relação aquela perguntou se eras vegetariana... tipo, não tem nada a ver! Uma coisa é matar para alimentar outra é matar por diversão! E há formas de um animal morrer com alguma dignidade e não ser espetado até à morte enquanto milhares de pessoas assistem e aplaudem!
Sinceramente não tenho pena nenhuma dos toureiros que morrem com cornadas... deviam morrer mais que os que morrem ainda são poucos.

cliquesporaÍ disse...

Caro ST
Refere: "nós não necessitamos de argumentar o que quer que seja, é a nossa Paixão". Quererá defender que, por exemplo, os pedófilos como têm uma paixão por crianças deveremos nós tolerar a pedofilia? Caro ST, você até pode não ser ignorante mas tem muita falta de raciocino.