Das bloggers que leio


Posso não conhecer a fundo ou de todo quem escreve os blogues que leio, mas conheço alguns pormenores dessas pessoas. Posso não saber nada da "Margarida" (do Mundo de Margarida), nem da "Dulce" (do Agre e Doce), nem tão pouco da "Olívia Palito" (do Olívia Palito no País das Maravilhas), nem da "Ana" (do Mortalerosa), mas gosto de saber que estão bem, ou das pequenas e grandes coisas que contam. Gosto de saber quando a "Margarida" vem a Portugal porque se nota tão bem, demasiadamente bem, que isso lhe dá outro alento e lhe deve saber divinamente bem no coração. Gosto das fotografias que ocasionalmente põe, porque nos deixa ver um bocadinho daquele país onde ela vive, através do olhar dela (uma vez que a alma do fotógrafo passa sempre muito para as fotografias). Gosto de ler as opiniões da "Dulce" e de ver também todas as fotografias que publica. Gosto de ler as aventuras no País das Maravilhas, que é a vida, da "Olívia Palito"... Gosto de ler o que a "Ana" escreve no quotidiano. E gosto de ler sobre o que tantos outros bloggers escrevem e que não aqui citei. Muitos deles não comento regularmente, é um facto, uma verdade inegável, mas leio-os. Leio os blogues. Não tenho a pretensão que pensem que leio muitos blogues, porque a verdade é que não leio. Os blogues que leio são poucos. É um facto. Mas leio-os com o maior dos gostos. Leio-os como quem telefona a um amigo distante e lhe interroga sobre a vida. Leio-os como quem espera por novidades (boas, preferencialmente). Leio-os e aflijo-me com algumas das tristezas que entre um parágrafo e outro, vou sentindo. Fico preocupada com aquelas pessoas e não raras vezes, penso nelas. Posso não lhes dar nada de especial, nem ajudá-las em coisa alguma, posso não estar presente nas suas vidas quando precisam (como poderia, se nem as conheço?) mas leio-as. Acho que isso vale o que vale, que é bastante. Sempre ouvi dizer que um bom amigo não é necessariamente quem mais conselhos dá e fala connosco, mas quem nos ouve. Neste caso, quem nos lê.

8 comentários:

CS disse...

Acontece o mesmo comigo. E sinto que estaria pronta a ajudar se alguma delas precisasse. É estranho mas algumas dessas pessoas passam a fazer parte do nosso dia-a-dia...

Julia disse...

É verdade. É o lado bom desta coisa dos blogues que, como sabemos, também tem coisas muito más. Mas foquemo-nos nas boas. Também 'vivo' quem leio dessa forma.

Ana disse...

Olá!
Muito obrigada pelas palavras, também costumo ler o teu blogue, embora não costume comentar. Já se tornou um hábito ler alguns blogues, "vivo" as vossas alegrias e tristeza, os estados de espirito, porque, embora não vos conheça pessoalmente, já fazem parte da minha vida.
Beijinhos e bom fim de semana

Joana Santos disse...

Não tenho blogue, mas acontece-me isso ao ler os "vossos"... outro dia disseram-me que isto era expiar a vida alheia... eu acho que simplesmente já me deixei "envolver" pela vossa vida,e fazem parte do meu quotidiano!

margarida disse...

Que palavras tão doces! Obrigada. :)
(trata-me por tu Miss Daisy que sou uma rapariga nova!)
Beijinhos *

Mafi disse...

Olá! gostei deste post. Eu teho um blog, mas é basicamente fotografico, por isso muito pouco passa da minha vida. Não porque queira ou deixe de querer, mas é o que me tem feito sentido ter. Sigo alguns dos blogues que referiu, e outros não referidos. Dos que sigo, nenhum é por querer saber da vida alheia, mas sim porque gosto de ler o que transmitem. De perceber o olhar sobre o mundo. e, também, porque por vezes me põem a pensar.
obrigada, Mafalda

Dulce disse...

Também eu sinto que conheço um bocadinho das pessoas por aquilo que leio delas :)

E às vezes, mesmo não as conhecendo pessoalmente, chego a esboçar um rosto na minha mente enquanto as leio, criando uma imagem delas.

Também não leio tantos blogues quanto gostaria, mas vou lendo uma mão cheia deles, sobretudo aqueles que, como este, de alguma maneira me 'tocam' :) Ainda bem que, regra geral, é recíproco :)

B. Cérise disse...

Eu por acaso até tenho uma lista considerável (e o teu está incluído, claro) que gosto de ler. Gosto principalmente daquilo que me transmitem. Novas opiniões, emoções e situações. São 'novos' amigos que passaram a fazer parte da minha vida e de quem sinto a falta se não poder vir à net. Os blogs que gosto normalmente até vou comentando.
Beijinhos*