O lado bom da vida

Bem, há definitivamente um lado bom na vida. Assim como há um lado mau. E os momentos de amizade são definitivamente parte do lado bom. Mas cada vez mais me apercebo que me viciei em dar mais importância ao lado bom. Não porque tenha tendências utopicamente floreadas de que "o copo está sempre meio cheio". Não gosto particularmente do tipo de pensamento floreado de: "Não chores porque perdeste, sorri porque tiveste." ou "Pensamento positivo, sempre!" Na realidade, até costumo ver que o copo está meio vazio. É mesmo o perfeccionismo em mim que vê isso. Mas viciei-me em conseguir sorrir, mesmo com o copo meio vazio. Mesmo que o vazio no copo, o espaço por encher, seja imenso e me incomode. Costumo obrigar-me a mim mesma a acreditar que, enfim, a parte que está cheia é espectacular. E esse é o lado bom da vida. O que nos faz olhar para tudo o que nos corre mal e pensar: Suponho que um dia, who knows, ainda aconteça alguma coisa verdadeiramente boa.

3 comentários:

mademoiselle joanne disse...

vai acontecer =)

Jane disse...

Eu também ando com este tipo de pensamentos ultimamente. E ainda bem. Vamos lá acreditar... xD

Marta disse...

É dificil, mas sem duvida os amigos fazem com que o capo fique inevitavelmente meio cheio!
beijinhos