Das voltas da Vida

A nossa Vida resume-se assustadoramente a uma soma de voltas, que uns repetem mais vezes e outros menos. Dia após dia, ano após ano, repetimos sentimentos, momentos, estados de espírito, alternados apenas conforme os lugares, as pessoas e os anos de vida que temos para contar. Alegramo-nos continuamente. Desiludimo-nos mais ainda. Ficamos desgastados com as mesmas coisas, da mesma forma. Mas continuamos a dar voltas, no enorme carrossel que é a nossa vida. Podemos notar diferenças em cada volta, porque numa volta vemos alguém diferente e numa outra volta levamos outra disposição dentro do coração, mas continuamos sempre a rodar. E é um pouco como se a vida nos dissesse que só assim (sabendo previamente - graças a todas as voltas anteriores que demos - como curar feridas, como ser feliz) só assim, conseguimos tornar os momentos futuros melhores. Aprendemos a fazer as voltas na nossa vida com a cabeça mais erguida e um sorriso mais convincente nos lábios.

6 comentários:

...Ju... disse...

mas melhor ainda era se não tivessemos que aprender com tantas voltas!

Silvia disse...

As diferenças a cada volta dependem do que se aprendeu na última. E a sua última frase é a perspectiva que se quer para olhar cada nova volta.
Muito bom, como sempre, aliás.

cereja disse...

Eu ainda estou a aprender a seguir a vida de cabeça erguida. Nem sempre tenho força, nem sempre tenho vontade, nem sempre consigo proporcionar-me a isso.

Anónimo disse...

As luas influenciam os nossos estados de espírito. Começa por ser uma lua em quarto crescente que nos acompanha nas voltas... Depois uma lua cheia, com voltas confusas e muita agitação (um mundo à deriva)... Para acabar numa lua minguante, onde as voltas se arrastam (pouco nos dizem)... Até chegar ao mistério das luas novas... Para que as voltas sejam confiantes, porque não andar acompanhado de um bom livro? Um daqueles autores que nos agarram, que nos convencem... Que nos fazem seguir por um caminho diferente, longe da turbulência e dos equívocos...
Toksha!

Marta disse...

damos voltas e voltas e voltas, à espera de nos sabermos preparar melhor para as proximas :) SO TRUE

Rebelde disse...

A tua escrita é impressionante, bastante certeira e com uma capacidade de nos prender até à última palavra ímpar. ;) Poucas são as palavras que sobram, para sublinhar e concordar afirmativamente com tudo o que tão bem concebeste. A nossa vida acaba inevitavelmente por ser resumir a um conjunto abstracto de voltas inconclusivas, pois ficará sempre em aberto o momento da próxima rodada. Ainda assim, é bom saber que tudo se renova com uma imensa esperança que na próxima volta tudo mudará. ;)
Beijinho *