Da verdade dos nossos sentimentos

São tão poucas as vezes em que dizemos realmente tudo aquilo que queremos dizer. E menos ainda as vezes em que tentamos fazê-lo. Ficamos eternamente presos a um silêncio que mais não faz do que criar rios sem pontes, entre nós e os outros.

11 comentários:

Jane disse...

Concordo...tenho tanta coisa por dizer a uma pessoa. Mas acredito que um dia chegará a altura de dizer. Se não chegar, e continuarmos com estas palavras presas na nossa garganta, podemos, num golpe de loucura, enviar um email, uma mensagem ou até uma carta - um método bem mais bonito :) - a essa pessoa, com tudo o que temos a dizer, e mudar a página do livro que é a nossa vida.

Miss Daisy disse...

Jane, existe sempre uma altura para dizermos o que queremos ou precisamos, de facto, mas o problema é o silêncio que se instala em nós antes de chegado o momento de dizer.

P.S. Concordo quando dizes que uma carta é um meio muito bonito de se dizer algo a alguém :)

Miss B-Beautiful disse...

tão verdade...

Ana disse...

isso acontece-me tanto tanto... E a tendência tem sido para piorar. Mas entre dizer no momento errado ou não dizer de todo, o que será pior?

beijinho!

Miss Daisy disse...

Ana, eu acho mesmo que quanto mais o fazemos (não dizer o que realmente pensamos e sentimos) mais nos habituamos a isso. Mas julgo que o pior continua a ser não dizer de todo. Acho que devemos de dizer, se realmente tiver significado e importância. Não só porque o devemos a nós próprios mas também porque o devemos, de algum modo, aos outros :)

mariana fernandes disse...

é verdade.. ás vezes não dizemos tudo o que queremos, nem metade, ás vezes não dizemos nada sequer. toda a gente merece saber o que queremos dizer, pode ser importante. pode não o ser para nós, mas ser para outra pessoa

Silvia disse...

Devemos dizer sempre o que sentimos. não como um acto de egoísmo para nos sentirmos melhor, isso nunca. Devemos fazê-lo sim porque sentimos que a outra pessoa merece sempre saber o que as suas atitudes/palavras motivam em nós. E quem age assim, garanto, quer também, sempre, saber a verdade dos sentimentos dos outros. Aprecia a verdade acima de tudo, por muito que lhe custe também ouvi-las às vezes. Dizer sempre, de preferência no momento certo, sim. Keeping in mind that the longer the silence, the wider the gap gets.

Fiona disse...

Palavras tão acertadas e que descrevem tão bem coisas porque estou a passar...

Marta disse...

Tens 100 % razao.
Por isso ate a verdade é censurada, mas tem que ser dita, sem medo. Porque uma mentira nao muda nada, so faz ainda pior.
beijinhos

Anónimo disse...

Quando dizemos algo, somos duas pessoas. Quando ficamos em silêncio, somos um.

Do índio
Toksa!

Dirty Pretty Things disse...

MEEESMO !!!