Da resistência

Vivemos a achar que o difícil é chegar a um destino. Que para uns é um sonho e para outros algo necessário como viver. Percebemos poucas vezes que o difícil é mantermo-nos no caminho. Num caminho que nos leve a todos os sítios que planeámos ir. Ou sítios que têm, achamos nós, de fazer parte do nosso caminho. Sítios que um dia fazem sentido e no dia seguinte deixam de fazer. Sítios comuns para muitas pessoas e incomuns para outras. Esquecemo-nos muitas vezes que por vezes nos desgastamos tanto nesses caminhos que andamos a viver sem pensar que vamos em direcção a um destino. Damos por nós só a sobreviver. E algo tão simples como caminharmos, respirarmos e vivermos, torna-se de repente complicado. Porque há dias em que não apetece caminhar, nem respirar, nem viver. Por outro lado, quanto mais difícil é o nosso caminho, mais completos nos sentimos. Mais fortes ficamos... Porque há alguma verdade nisso de "What doesn't kill you makes you stronger"... E consoante o caminho que escolhemos, podemos ver eventualmente mais sorrisos do que lágrimas. Mais dias de sol. Menos dias cinzentos.

10 comentários:

Batom vermelho disse...

True...

já venho aqui todos os dias espreitar-te

bom dia

Batom vermelho disse...

P.S. e adoro RW :)

Marta disse...

Assim torna-se dificil de dizer qual dos posts o mais verdadeiro... São todos lindos e cheios de verdade :)

Umbrella Woman disse...

Damos por nós a sobreviver = VERDADE

(vim aqui parar por acaso e já me tornei fã)

Joan@ disse...

lindoooooo :)

Luísa disse...

adorei o blog :) :)

Ana disse...

Mais um que adorei :) kiss

Teclas cor de Menta disse...

Confere. Confere muito!

Nádia disse...

Adorei mesmo este texto, esta verdade que muitas vezes não nos apercebemos, porque não paramos na nossa trajectória de vida. Mas vale sempre a pena parar, olhar para nós próprios e vermos que afinal que o rumo que estamos a levar não é o melhor, que afinal vale a pena viver. E viver mesmo. E nunca sobreviver.

Borboleta Azul disse...

mais um post muito lindo e verdadeiro...